quinta-feira, 22 de julho de 2010

Peça de Teatro VASCO DAS FORÇAS - Teatro Bocage, Lisboa

Peça de Teatro VASCO DAS FORÇAS (m/6 anos)

Estreia no dia 19 de Setembro 2010, às 16 horas (Domingo).

Era uma vez... um menino chamado Vasco.

Pequenote e franzino, era gozado no recreio pelos seus colegas mais altos e mais fortes, que lhe chamavam “trinca-espinhas”!

Inspirado na coragem, valentia e boa disposição do seu trisavô, a quem chamavam Saraiva das Forças, muito respeitado na Coimbra dos Doutores, o menino Vasco, determinado a enfrentar os seus colegas mais altos e mais fortes, sem recurso à violência e sem andar à pancada, utilizou a sua inteligência e rapidez, de pensamento e acção, para sua própria defesa e para defesa dos mais fracos, passando a ser conhecido como Vasco das Forças.

Uma mensagem muito positiva sobre um tema actual: o bullying e a violência escolar; uma abordagem simples e responsável, pensada para crianças, pais, professores e educadores.

Produção: Companhia do Teatro Bocage, LISBOA.
http://www.teatrobocage.com/

Baseado na Obra: “Vasco das Forças, O Bullying e a violência escolar”, da autoria de Maria João Saraiva de Menezes, editado por Coisas de Ler Edições, Maio 2009.
Designer Gráfico: Paulo Leal
Fotografia e Video: Carlos Cardadeiro

A peça “Vasco das Forças” estará disponível para escolas durante todo o ano lectivo 2010/2011, da data de estreia até 15 de Junho, estando previsto estar em cartaz, aos fins-de-semana, no Teatro Bocage, em Lisboa, de 19 de Setembro 2010 a 6 de Março 2011, aos Domingos às 16:00.

Atenção que digressões e acolhimentos podem ditar alterações da programação prevista, pelo que recomendamos SEMPRE o contacto telefónico para reserva mais perto das datas pretendidas. Tel para reservas: 91 244 99 09.


Mais vale sabedoria do que força - REVISTA TIMEOUT

"O bullying é um assunto sério mas que pode ser gerido com inteligência e sem uso do soco e do pontapé. Catarina Figueira assistiu a uma peça que todas as crianças devem ver.

O assunto é sério. Muito sério, até. Deixa muitos miúdos sem pregar olho e muitos pais à beira de um ataque de nervos porque de repente o filho, que até gostava de andar na escola, fica com suores frios só de pensar que tem de ir. A nova peça do Teatro Bocage chama-se Vasco das Forças e é sobre violência escolar, ou bullying, o nome técnico da violência física ou psicológica exercida por um “bully” (brutamontes) ou vários sobre um colega mais fraco. “Quisemos mostrar às crianças que o bullying não é o fim do mundo nem um problema sem solução e que podem resolvê-lo com inteligência e sem recurso à violência”, explica Pedro Oliveira, um dos três actores da peça, que acumula a encenação com os colegas de palco, Carlos Dias e Sabrina Martinho.

O assunto é serio. Muito sério, até. Mas nada melhor do que falar de coisas sérias de uma forma descomplexada. A personagem principal da peça chama-se Vasco, um miúdo pequenote e franzino, gozado no recreio pelos colegas mais altos e mais fortes, que lhe costumam chamar “trinca-espinhas”.

Inspirado na coragem, valentia e boa disposição do seu trisavô, a quem chamavam Saraiva das Forças, e determinado a enfrentar os colegas mais espadaúdos, Vasco decide recorrer à inteligência e à rapidez de acção e de pensamento para se defender a si mesmo e aos mais fracos do que ele. Sem nomes feios e sem andar à pancada. O refrão de uma das músicas originais diz isso mesmo: “A teu lado eu sou valente/ É sem bater que aprendo a ser gente”.

A acção não se desenrola apenas no palco de cenários coloridos de Sara Completo. As crianças que estão na plateia também são envolvidas na história e têm de opinar, por exemplo, se Vasco deve ou não falar com a professora quando os colegas começam a maltratá-lo. Antes de ser uma peça de teatro, Vasco das Forças foi livro. Foi aliás a própria autora, Maria João Saraiva de Menezes, quem desafiou o Teatro Bocage a levar a sua história à cena. O engraçado é que a escritora também tem um filho chamado Vasco e o seu trisavô era mesmo conhecido na Coimbra dos Doutores por defender os mais fracos sem distribuir sopapos aos valentões daquele tempo.

O assunto é sério. Muito sério, até. Mas esta peça tem uma mensagem muito positiva e por isso vale a pena ser vista por crianças, pais e educadores. "

A peça Vasco das Forças está em cena no Teatro Bocage, de 19 de Setembro 2010 a 6 de Março 2011, aos Domingos às 16:00.

Bilhete: 6€ - Duração: 50 minutos

M/6

Espectáculo também disponível para escolas até 15 de Junho 2011.

Reservas: 91 244 9909 - LISBOA

20 comentários:

Anónimo disse...

Muitos parabéns pela adaptação do teu livro para teatro!

Beijinhos da Clara.

Beijinhos,
Miguel

Anónimo disse...

Até onde o talento, a alegria e a vontade te vão levar??!!!
Espero estar por aqui para te acompanhar.

Força e, mais uma vez, Parabéns!

Beijos

L.T.

Anónimo disse...

Já marquei na minha agenda.
tem de a filmar para o Youtube e para o seu blogue...

Ilidio de Ayala Serodio
PCG Profabril Group President

Anónimo disse...

Olá Maria
Estive a "espreitar" o seu blogue e queria dar-lhe os parabéns por
mais uma nova iniciativa. Deve ser um enorme orgulho a peça de teatro!

Espero que esteja tudo a correr bem consigo e família.

Beijo
Elisabete

Anónimo disse...

Olá Maria!
Boa! Uma peça do teu livro, temos de a ir ver!

Beijinhos
Sofia A.

Anónimo disse...

Maria!


What is this?!?!!


Did you write a play from your book!?!
Incredible! Tell me all about it when you have a spare moment.


Love you,
Brenda

Anónimo disse...

Bem, minha querida Prima ... muitos Parabéns e será uma óptima oportunidade para levarmos os netos...

Beijinhos para todos!
Paula

Anónimo disse...

Parabens!!!

Med venlig hilsen,

Vanessa
Kim Sjøgrens sekretær

Anónimo disse...

Hi Maria,

How exciting!
You are having so much fun with Vasco the Force!!!
Tell me more about how you're proceeding with the play writing!
Very excited for you.
Love,
Brenda

Anónimo disse...

YOU'RE FAMOUS!!!!!!!!!!!!!!!


: )

Anónimo disse...

Cara Maria,
Boas notícias!
Um abraço e desejos de boas férias.
Luis P.

Anónimo disse...

Bem haja! e muito boa sorte para a peça!

Beijinhos da prima
P.

Anónimo disse...

Parabéns!
Depois combino ir ver também.
Bjs
mhs

Anónimo disse...

Ola Maria

Parabéns por mais uma vitória. É a prova de que tudo se alcança com persistência e trabalho.
Como disse Einstein "O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário"
Assim tem sido a sua caminhada no mundo literário. Além de capaz é uma mulher com muito mérito
e merecedora de todo o sucesso alcançado.
Fico mesmo feliz por voce.

Beijinho

Lucia

Anónimo disse...

Well done Maria all due to the hard work you put in.


Beijo
Sheenah

Anónimo disse...

Parabéns e muitas felicidades
Pedro M.

Fátima André disse...

Maria João,
Vou levar este post para a salinha do "Revisitar a Educação" para dar a conhecer o teu trabalho.
Excelente fim de semana.
Abraço =)

Maria Saraiva de Menezes disse...

Fátima, muito obrigada pela divulgação.
Abraço,
Maria de Menezes

Fátima André disse...

Aproveitei e divulguei também no facebook =)
Divulgarei em breve as restantes obras.

José María Souza Costa disse...

Passei aqui lendo. Vim lhe desejar um Tempo agradável, Harmonioso e com Sabedoria. Nenhuma pessoa indicou-me ou chamou-me aqui. Gostei do que vi e li. Por isso, estou lhe convidando a visitar o meu blog. Muito Simplório por sinal. Mas, dinâmico e autêntico. E se possivel, seguirmos juntos por eles. Estarei lá, muito grato esperando por você. Um abraço e fique com DEUS.

http://josemariacostaescreveu.blogspot.com